segunda-feira, outubro 04, 2004

Os SE do meu dicionário

A palavra "Se é daquelas que eu definitivamente risquei do meu dicionário.
Se tivesse feito isto, agora... Se tivesse dito aquilo, talvez... Se.. Se .. Se...

E no final, o que existe é apenas o que fizémos, o que dissémos, as opções que tomámos. E nem essas existem, pois pertencem ao passaso. Num mundo de hipóteses, resta-nos apenas o momento presente.

Por isso, muitas vezes (quantas..) dou por mim a pensar "ainda bem!" que risquei os SE do meu dicionário. Nesta altura poderia estar a viver num qualquer outro ponto do planeta, mas não teria conhecido os amigos maravailhosos que tenho (aqui e agora).. Todas as pessoas lindas que cruzaram os seus caminhos com os meus (as outras nós esquecemos que existiram, pois que outra coisa não merecem)...

(Quantos sorrisos entrelaçados nos olhares cúmplices que eu teria perdido num SE...)


3 Comments:

Blogger Paracleto said...

"Calíope, do grego Kallíope, que tem uma bela voz. Musa da poesia lírica, da poesia épica e da eloquência.

Devaneios de uma realidade que nos é negada!"

Peço desculpa com a não concordância dos "Se", se não existissem nunca deixariamos a nossa mente sonhar, não nos era premitido ter alguns momentos belos embora que ficticios. Precisamos de alimentar a nossa alma, já chega de tudo de mau que a realidade nos traz.

6:31 da tarde  
Blogger Paracleto said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

6:48 da tarde  
Blogger Caliope said...

O pior é que por vezes pensamos que estamos num sonho e acabamos por descobrir que foi um pesadelo ;-)

10:20 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

Comments-[ comments.]