terça-feira, novembro 02, 2004

Coração meu

Quantas vezes na nossa vida terei de recomeçar a minha vida?

O que me aborrece é que os meus recomeços se iniciam de mãos vazias, mas não de coração vazio... O coração teima em exibir as marcas de guerra...

Querido anjo da guarda, se me estás a ouvir, quero pedir-te para este meu aniversário um coração novo. Além de desconfiar que este já veio com problemas de origem, com a utilização o seu funcionamento tornou-se desadequado às necessidades.

Se não for pedir muito, gostava de te pedir um com as seguintes características:
- à prova de choque (com as quedas dá imenso jeito, sabes?)
- à prova de água (que as lágrimas podem enferrujá-lo)
- que trabalhe a baixas temperaturas (o gelo pode danificá-lo....)
- será pedir muito um que seja resistente o suficiente para resistir a catástrofes naturais (tempestades, furacões, erupções vulcânicas... )?


2 Comments:

Blogger X said...

Escrevi 10 linhas neste comentário, e apaguei tudo, resolvi recomeçar. Porquê? Nem eu sei...
Espero que o teu anjo da guarda não ouça os teus pedidos, pedes um coração lacrado, pedes algo que impeça sentires as emoções.
Da forma que és, seria um choque "termico-coração", demasiado forte, e a vida do outro lado nem sempre é tão óptima.
Acredita no Ice Man

9:29 da manhã  
Blogger Caliope said...

Pedes-me muito... (Acreditar em algo que não conheço)

11:43 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

Comments-[ comments.]