terça-feira, dezembro 21, 2004

FIM EM MIM. PRINCÍPIO EM TI

Vitrificaste.
E com um sopro
quebraste.
Os estilhaços
no chão,
sem direcção


Não te mexas.
Magoas-te
Magoas-me.
Abre os olhos
Vê se há estilhaços no ar
Dói-me a alma.
O corpo.
Atingiste-me?


3 Comments:

Blogger corpo visível said...

Claro! Como näo?

6:58 da tarde  
Blogger Hipatia said...

Bastará esperar a cura das feridas? Talvez!

(se ainda dói, então ainda estamos vivos...)

:*

8:21 da tarde  
Blogger Caliope said...

E não perder a capacidade de mar. Eu pelo menos, sofri por amor. Há quem sofra sem motivo, apenas pelo prazer da dor :-(

10:10 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

Comments-[ comments.]