quarta-feira, janeiro 12, 2005

O QUE SOU?

Sou o presente do meu ontem
Quando o amanhã é presente
E o ontem escorre ainda do futuro
Estou consciente
Da inconsciência de ser ausente
Quando sou o par de asas
Que ondula e também
Sou o vento que o sustém
E o céu onde me penduro
E sou para onde vou
Sou o refúgio do que sou
É em mim que me escondo
Quando vou a fugir de mim
Sou a que quanto mais me dou
Mais me resta para dar
Sou o princípio e sou fim
Sou circular.
Sou a que existe
A que resiste
A que insiste em partilhar
.......... o amor ..........
Num tempo de ladrões

Eu sou eu
Este mundo não é o meu
Elevo-me a um plano superior

8 Comments:

Blogger CA said...

Gostei.

9:26 da manhã  
Blogger soldeinverno said...

continua... volto sempre...

12:10 da tarde  
Blogger Hipatia said...

Está lindo!

Eu acho que este tempo foi feito em templo de ladrões ;)

Beijo

10:56 da tarde  
Blogger mood said...

De facto às vezes sentimo-mos assim- numa lógica circular em que somos o princípio e o fim de nós mesmos...mas espero que sejam apenas momentos.
Só existem princípios e fins reais se existirem outros como nós que nos ajudam a começar e a rematar episódios de vida e emoções. Até porque doutra forma a vida seria mais vazia, mais solitária.
Gostei mesmo muito. Um beijinho

Joana

http//:allinthemoods.blogspot.com

11:56 da tarde  
Blogger nobody said...

"Sou o presente do meu ontem
Quando o amanhã é presente
E o ontem escorre ainda do futuro"(...)
Fantástico!

5:10 da tarde  
Blogger X said...

Mais do que saber o que és,
Mais do que aceitar o que dizes que és,
Prefiro sonhar
Com o que eu sinto que és.

9:19 da tarde  
Blogger eLP said...

és assim, sempre assim, quer seja no princípio ou no precipício do teu fim...
mas ninguém mais o sabe!
beijos

9:59 da tarde  
Blogger Caliope said...

CA:
obrigada :-)
Um beijinho muito grande para ti


soldeinverno:
és sempre bem vinda
Um beijinho enorme

Hipatia:
Obrigada linda...
Ando desaparecida... Tenho de te ir visitar
Beijinhos

Joana:
Eu sinto-me muitas vezes assim (quando não é em espiral....
beijinhos
Irei visitar-te

nobody:
Ainda bem que gostaste... Sabe sempre bem uma massagem ao ego ;-)
Beijo


X:
Eu digo sempre o que sou. Não foste tu que me disseste que mais do que me contar histórias, preferias vivê-las?

Beijinhos meu amigo querido

el P said...
Pxa! Eu até gostava que alguém soubesse. Será positivismo a mais? ;-)
Beijinhos

8:52 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Comments-[ comments.]